Disk Replication

Receita para replicar discos SCSI dos nodes da SPRACE

1. Separar um dos nodes para fazer a replicaçao (vamos chamá-lo de node origem); parar o serviço condor desse node:

# /etc/init.d/condor stop  (p/ o node nao receber mais jobs)
# chkconfig condor off     (p/ o serviço nao subir no próximo reboot)

2. Desligar o node origem. Instalar o HD a ser replicado na 2a. baia desse node.

3. Subir o node origem com um CD recente do RedHat (ex.: SL 4.X) em modo rescue, sem montar nenhum filesystem do HD.

4. Usar o comando:

dd if=/dev/sda of=/dev/sdb bs=512k

(Obs. 1: bs = block size: tamanho do bloco de dados a ser copiado do disco origem ao disco destino em cada acesso, em bytes; com essa opçao, sao transferidos blocos inteiros de 512k bytes a cada acesso aos discos. Se nao for usada essa opçao, bs será 1, ou seja a transferência ocorre byte a byte, e a cópia demora muito mais tempo (algumas horas). Com o block size em 512k, a cópia termina em apenas ~ 15 minutos.

O valor 512KB corresponde ao tamanho do bloco de dados usado pelo Linux para gravar/ler informaçoes no disco a cada acesso).

5. Mantendo o node origem desligado, subir o node destino com o HD recém replicado, e reconfigurar os scripts:

/etc/sysconfig/network   (mudar o node-name)
/etc/sysconfig/network-scripts/ifcfg-eth0  (mudar o IP-address)

6. Reboot no node destino; religar o node origem.

7. Executar uma verificaçao no novo HD do node destino, usando a ferramenta SeaTools Enteprise Edition (Lietti disponibilizou em: /export/tools/SEAGATE)

/export/tools/SEAGATE/st -l (para obter o drive_name)
/export/tools/SEAGATE/st -i drive_name (ex.: /dev/sga)
/export/tools/SEAGATE/st -T 100 drive_name

Obs. 2: -l list all attached SCSI disks, -i display drive Inquiry information, -T execute #% (10% - 100%) long Drive Self Test (DST)

Obs. 3: Só usar o teste 3 (opçao -T) se o HD for da Seagate (http://www.seagate.com/support/seatools)

8. Subir o serviço Condor de ambos os nodes (origem e destino):

# chkconfig condor on
# /etc/init.d/condor start

9. O acesso ao node destino através da sprace deverá acusar erro, pois as chaves rsa sao as mesmas do node origem. Para corrigir isso, basta apagar a linha correspondente ao node destino no arquivo

~/.ssh/known_hosts (em cada home).

Para identificar qual a linha a ser apagada, pode-se usar o comando:

[user@sprace user]$ cat -n ~/.ssh/known_hosts | grep nodeXX

(XX é o node destino)

Topic revision: r1 - 2006-09-07 - SergioNovaes
 

This site is powered by the TWiki collaboration platform Powered by PerlCopyright © 2008-2020 by the contributing authors. All material on this collaboration platform is the property of the contributing authors.
Ideas, requests, problems regarding TWiki? Send feedback

antalya escort bursa escort eskisehir escort istanbul escort izmir escort